Atenção!A página impressa é diferente da página exibida na tela do computador.
Feito!
Erro!
Texto compartilhe nas redes sociais 2.PNG

APAE de Trindade Do Sul Participa de Curso de Equoterapia

Voltar ↖Seguir ↘
« Última» PrimeiraPublicação:
ImprimirReportar erroTags:brown, diretoria, síndromes, genéticas, distúrbios, neurológicos, afetivos e cardiovasculares425 palavras7 min. para ler
APAE de Trindade Do Sul Participa de Curso de Equoterapia
Clique para ampliar
Profissionais da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Trindade do Sul Professora Loreci Flores da Rosa e a Fisioterapeuta Naiara Michael dos Santos participaram de 12 à 16 de agosto de 2013 no Curso Básico de Equoterapia em Ponta Grossa – PR, no Centro de Equoterapia dos Campos Gerais “Horse Life”.
O objetivo do curso éCapacitar e habilitar profissionais das áreas da saúde e educação para integrar uma equipe interdisciplinar de um Centro de Equoterapia.
A Equoterapia é um método terapêutico e educacional que utiliza o cavalo dentro de uma abordagem interdisciplinar, nas áreas de saúde, educação, buscando o desenvolvimento biopsicossocial de pessoas com deficiência e/ou com necessidades especiais, respeitando seus limites e visando sua integração na sociedade, proporcionando benefícios físicos, psicológicos, educativos e sociais.
Pesquisas apontam que a convivência com os cavalos, por meio das terapias permite maior liberdade de expressão, aumento da autoestima e da autoafirmação, entre outros benefícios. A equoterapia é capaz de diminuir a agressividade, tornar o praticante mais sociável, facilitando a construção de amizades. O praticante aprende a diferencias significados importantes como, por exemplo: ajudar e ser ajudado, encaixar exigências do próprio indivíduo as necessidades do grupo, aceitar as próprias limitações e as limitações do outro.
 Nesse sentido, a APAE de Trindade do Sul está desenvolvendo o Projeto para implementar a construção de um Centro de Equoterapia como recurso para atendimento de portadores de deficiências físicas mentais, comportamentais e/ou necessidades especiais, derivadas de paralisia cerebral, lesões neuropsicomotoras, patologias ortopédicas, síndromes genéticas, distúrbios comportamentais e neurológicos, sociais e afetivos, patologias cardiovasculares e respiratórias, autistas, entre outros com apresentação de laudo médico.
A Diretoria da APAE juntamente com os funcionários agradece a Administração Municipal no apoio e liberação de recursos, para auxílio das despesas dos profissionais na realização do Curso, ao Sr. Prefeito Municipal Luis da Silva Rosa que teve a iniciativa já no inicio de seu mandato, reunindo-se com a Diretora da APAE, demonstrando interesse de viabilizar a Equoterapia, sendo que o mesmo já havia visitado outras APAES e constatado os benefícios e que coincidiu ao Projeto em andamento  em nossa APAE. Ao Legislativo que muito se empenhou em divulgar o nosso Projeto, aos vereadores Rogério Porto e Gelson Viapiana que estão engajados para que este Projeto seja concretizado em nosso Município, na APAE.
Pedimos a colaboração de todos os cidadãos trindadenses para a construção do pavilhão do Centro de Equoterapia.
 


“Um cavalo é a imagem dos sonhos das pessoas sobre si próprias - de força, potência, beleza - e tem a capacidade de proporcionar a extensão de nossa existência.“


                                                                                                               
 (Pam Brown)

Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it
 
Texto compartilhar.PNG