Atenção!A página impressa é diferente da página exibida na tela do computador.
-- - --
Feito!
Erro!
Texto compartilhe nas redes sociais 2.PNG

Prefeito de Trindade recebe apoio na Fepam sobre usina e aterro sanitário

Voltar ↖Seguir ↘
« Última» PrimeiraPublicação:
ImprimirReportar erroTags:federal, loureiros, nonoaí, ronda, alta, engenho, velho e sarandi300 palavras4 min. para ler
Prefeito de Trindade recebe apoio na Fepam sobre usina e aterro sanitário
Clique para ampliar
O deputado estadual Gilmar Sossella (PDT), representado pelo chefe de gabinete, Artur Alexandre Souto, intermediou, na terça-feira (30), uma audiência entre o prefeito de Trindade do Sul, Odair Pelicioli (PDT), e a secretária estadual do Meio Ambiente, Ana Pellini. 

No encontro, foi solicitada a agilização do licenciamento ambiental para a usina de triagem e compostagem de lixo e também para o aterro sanitário do Consórcio Intermunicipal de Cooperação em Gestão Pública, presidido pelo prefeito Pelicioli.

O processo deu entrada no órgão em novembro de 2015 e passou por alteração no ano passado. No dia 21 de fevereiro deste ano, Sossella e o prefeito estiveram no órgão para tratar do assunto. Na ocasião foi solicitada a complementação na documentação, o que foi providenciado pelo Consórcio, que atende, ao todo, 12 municípios. 

“Precisamos da liberação da licença de ampliação para a construção do sistema de compostagem para o tratamento correto dos resíduos urbanos. Queremos agradecer o empenho do gabinete do deputado Sossella nesta questão. Foi uma reunião produtiva e eles se comprometeram de na próxima semana liberar a licença”, destacou o prefeito. 

Além de Trindade do Sul, o Consórcio compreende os municípios de Alpestre, Rio dos Índios, Nonoaí, Ronda Alta, Engenho Velho, Sarandi, Gramado dos Loureiros, Entre Rios do Sul, Três Palmeiras, Constantina e Novo Xingu. Também participaram da reunião na Fepam a técnica em resíduos sólidos da Fepam, Aline Marra; o advogado do consórcio,Uelithon Paulo Nath Santin; e a assessora Maria Beatriz Kunkel.

“Já tivemos um retorno imediato da secretária, que se comprometeu a nos atender nos próximos dias. Trata-se de uma questão importante para a população da Zona da Produção e que irá resultar no aumento da vida útil do aterro ambiental. Estamos sempre à disposição para auxiliar os municípios nas demandas junto ao governo estadual e também federal”, destacou Souto. 

Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it
 
Texto compartilhar.PNG