Atenção!A página impressa é diferente da página exibida na tela do computador.
Feito!
Erro!
Texto compartilhe nas redes sociais 2.PNG

Setor de vacinas fez plantão no sábado para imunizar público-alvo

Voltar ↖Seguir ↘
« Última» PrimeiraPublicação:
ImprimirReportar erroTags:proteção, importância, faltará, humanitário, garantem, h1n1, incluindo e subtipos287 palavras4 min. para ler
Setor de vacinas fez plantão no sábado para imunizar público-alvo
Clique para ampliar
A Campanha da Vacinação contra a gripe, que se iniciou no município no dia 25/04, teve um aproveitamento muito bom nos seus primeiros dias, as pessoas compareceram buscando a prevenção, e se formaram filas de espera para receber a vacina. A meta, a nível nacional, é imunizar 49,8 milhões de pessoas, segundo o Ministério da Saúde, que tem entre seu público-alvo, idosos, crianças e gestantes.
Esse ano, infelizmente, a gripe chegou mais cedo causando muitas mortes pelo país, e muita preocupação à população, já que suas consequências podem ser fatais.
Com a ambição de frear a progressão da doença na atual estação, que é propícia para isso, já que as temperaturas baixas alastram a circulação dos vírus geradores de doenças respiratórias, as autoridades incentivam a vacinação, que protegerá contra três subtipos de gripe, incluindo o H1N1, e garantem que não faltará vacina para os grupos de risco.
Sabendo disso, a Secretaria da Saúde de Trindade do Sul, representada pelo setor de vacinas, fez plantão, das 08h ás 16h, no último sábado, 30/04, para atender de forma especial aos que ainda não haviam se vacinado. A equipe responsável evidencia que foi uma ação muito importante de atender à população em horário e data especial, em função de diversos fatores, como por exemplo, horário de trabalho que coincide com o do funcionamento da Unidade, proporcionando assim um atendimento mais humanitário.


É de extrema importância que os componentes dos grupos prioritários, definidos pela OMS (Organização Mundial de Saúde) por serem mais suscetíveis ao agravamento das doenças respiratórias, que ainda não se vacinaram procurem uma Unidade Básica de Sáude, munidos de seus documentos, cartão do SUS e carteira de vacinação para que sejam imunizados, pois a vacina funciona como um escudo de proteção.

Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it
 
Texto compartilhar.PNG