Neste semana as agentes de combate a endemias realizaram o levantamento de índice rápido do aedes aegypti – LIRAa, percorrendo vários pontos da cidade, coletando amostras e realizando inspeções. As amostras coletadas serão enviadas para análise, objetivando identificação dessas larvas, caso seja confirmado como larva de aedes, permite-se o mapeamento e nível de infestação local.

É fundamental que a população esteja ciente da importância de reforçar os cuidados para evitar a reprodução do mosquito. O aedes aegypti se reproduz em qualquer recipiente que mantenha água parada como caixas d’água, vasos, pneus e garrafas vazias. Eliminar os criadouros é a chave para prevenir a disseminação das doenças transmitidas pelo mosquito.

As ações individuais são fundamentais para o controle, a população deve estar atenta e cuidar de seus quintais e espaços para garantir que não haja locais propícios para a reprodução do mosquito. Cada indivíduo contribui para a proteção da comunidade contra as doenças transmitidas pelo mosquito. A eliminação de criadouros é o ponto chave para vencermos essa batalha. Contamos com o apoio de todos vocês!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *