Voltar ao topo.Ver em Libras.

Vice-Prefeito cobra valores atrasados da Secretaria Estadual de Saúde

« Última» PrimeiraPublicação: 🛈
ImprimirReportar erroTags:geral, fornecer, resultado, como, andamento, los, mantê e redistribuir281 palavras5 min. para ler
Vice-Prefeito cobra valores atrasados da Secretaria Estadual de SaúdeVer imagem ampliada
O Vice-Prefeito de Trindade do Sul-RS, Odair Pelicioli, esteve na última quinta-feira dia 09 de outubro de 2014 em viagem à capital do Estado audiência com a Secretaria Estadual de Saúde onde buscou cobrar da referida Secretaria valores de repasse não creditados para o município referente aos anos de 2013 e 2014.

Os valores a receber são referentes ao incentivo aos programas do PSF (Programa Saúde da Família), PIM (Primeira Infância Melhor), NAAB (Núcleo de Apoio à Atenção Básica), PIES (Programa de Incentivo Estadual a Atenção Básica em Saúde) e SAMU. Referente ao ano de 2013 a importância a receber pelo município gira em torno de R$ 53.000,00 e no ano de 2014 R$ 210.000,00.

Estes valores não recebidos afetam diretamente a compra de remédios e outros serviços essenciais que a Secretaria Municipal de Saúde poderia fornecer aos munícipes uma vez que os programas PSF, PIM, NAAB, PIES e SAMU não podem parar e a Secretaria precisa redistribuir os recursos para mantê-los em andamento.

Como resultado da reunião ainda na sexta-feira dia 10 de outubro a Secretaria Estadual de Saúde saldou os valores correspondentes a 2013 efetuando o repasse dos R$ 53.000,00 para o município.

Os valores do exercício 2014 ainda não possuem previsão de pagamento e deverão receber um parecer nos próximos dias. A seguir um demonstrativo dos valores à receber em cada programa.

RECURSOS DE PROGRAMAS DA SUDE – GOVERNO DO ESTADO COM ATRASO EM 2014.

SAMU – Custeio e Manutenção Unidades Moveis.          R$      40.928,36

ESF – Incentivo as Equipes da Saúde da Família.          R$       60.000,00

PIM – Primeira Infância Melhor.                                 R$       33.000,00

NAB – Núcleo Atenção Básica.                                 R$        33.000,00

Assistência Farmácia Básica.                                   R$         8.404,55

1ª Parcela do PIES                                                R$        40.736,07

TOTAL GERAL                                                    R$          216.068,98